segunda-feira, 11 de outubro de 2010

Não foi tão mãu..

O meu regresso ao trabalho......

Chorei, falei e tentei refugiar-me mais um bocadinho do que do costume, para não ter de cumprimentar todos os "big boss" (é o que dá trabalhar numa multinacional) mas até que não foi tão mau, tive muitas amigas a apoiar-me e muitas palavras de carinho e força, até fiquei surpreendida, pois pensei que muita gente preferisse nem falar no assunto, mas enganei-me....

Como em tudo, há sempre algum tipo de gentinha que não tem nem miolos, nem escrúpulos, nem pudor, nem nada de nada, mas esses tiveram o que merecem, ignorância

Sei que ainda tenho muitos departamentos para ver, e muita gente que nem vai ser tão simpática como a de hoje...mas tudo, de uma maneira ou outra, vou conseguir ultrapassar

Quando cheguei a casa, agarrei-me ao meu marido e chorei e chorei.... tenho muitas mas muitas saudades do meu menino...parece que a cada dia que passa o amo mais, lhe sinto mais a falta...nem sei explicar bem..mas a verdade é que cada vez me aperta mais o coração com tantas saudades.... Isto é normal????

A todas muito obrigada por todo o vosso apoio e carinho, sem vocês este caminho seria muito, mas muito mais difícil... e um beijo muito especial para a minha mana, que é uma querida sempre preocupada comigo...Amo-te maninha!

Amanhã será um novo dia....

10 comentários:

Ana disse...

Querida Célia, deixo-te um beijinho muito grande. Amanhã vai ser melhor, tenho a certeza.
Um abraço enorme da Anamar

C.F. disse...

Vês??? É assim que tem de ser... um passinho de cada vez e acredita que o pequenino David está todo orgulhoso da sua mamã que é uma corajosa ;-)
Beijinhos.

Kitty disse...

Ainda bem que não te desiludiste...
Coragem!
Bjs

Sissia disse...

Olá Célia,
tenho seguido o que vos aconteceu e só hoje tenho coragem de te dirigir umas palavras. Perdeste o teu filho e eu perdi o meu pai. Por isso só hoje me sinto capaz de te dizer que sempre estive aqui a rezar por vós. Não imagino a tua dor. Não consigo. Apenas consigo saber que deve ser enorme. Mas também sei que hás-de chorar sempre, sempre, sempre o teu David, pois não se esquece quem se ama! E ele não se esquece de ti, pois amou-te e ama-te sempre. Mas um dia essa dor vai-se transformar em saudade...mas só o tempo pode fazê-lo. E essa é a parte pior: esperar que o tempo passe e ir sofrendo cada dia! Tenho fé que vocês vão realizar o vosso sonho de ser pais outra vez. Nunca será igual, mas terão um ou mais filhos a quem dar esse amor...e um irmão ou mais para o David...
Fiquei surpresa com a tua fé. Continua a acreditar. Mesmo na dor, a fé dá-nos conforto.
Sei que nem nos conhecemos, mas espero que estas palavras te aliviem a dor, nem que seja por um segundo (como um suspiro da alma).
Um beijo e, como vês, não estás só!Nunca.

mjm disse...

Minha Querida Amiga,

És uma Grande Mulher e uma Lutadora a quem a vida exigiu demais...mas com essa força inesgotável vais conseguir superar todos estes momentos que estão para ultrapassar...

Se Doi...sim Meu Amor DOI MUITO, vai doer sempre, porque a saudade NUNCA vai passar e vai aumentar a cada dia, mas vais adquirindo uma FORÇA que sabes e sentes que vem do CÉU e por isso vais á luta...

O Teu Filho Ama-Te MUITO e está sempre contigo...sempre amiga...

Coragem Querida para mais um dia!
Cada passinho dado é uma GRANDE VITÓRIA...

Estou sempre aqui amiga!
Recebe um Xi Apertadinho!

NatáliaC disse...

graças de deus que correut tudo melhor do que o previsto, deixo aqui um grande bjs de força e coragem para segui com a vida para a frente!!

Xanica disse...

Dia a dia a vida avança e o teu David está contigo sempre!
Recebe um beijinho grande de muita força desta tua amiga.
Alexandra (luz e esperança)

Isa disse...

Ainda bem que correu melhor do que o esperado, é sinal que tens muita gente que se preocupa contigo no sítio onde trabalhas.
As saudades serão sempre imensas! Nunca nos esquecemos de quem amamos tanto!
Beijinhos e muita força!

Maria Pereira disse...

Mais um bocadinho que conseguiste avançar, acredito que te esteja a custar muito e a dor nunca vai passar, vai é aprender a viver com ela, pois a vida continua e o teu menino quereria que a sua mamã continuasse em frente

Bjs de coragem

Susana Pina disse...

claro que é normal amiga. As saudades vão aumentar a um ritmo alucinante, afinal como podemos não sentir saudades de um ser que amamos incondicionalemente e não temos o direito a tê-lo aqui conosco?
Eu também só tive 2 mêses de licença, preferi assim porque se estivesse 5 mêses em casa enlouquecia e também me custou muito o 1º dia, mas depois entrei no ritmo e fez-me muito bem.
Um grande bj para ti amiga
susana