quinta-feira, 28 de outubro de 2010

Eu quero....eu preciso...

De subir o meu astral, de voltar a sentir-me bonita, de me olhar ao espelho e me reconhecer....quero voltar a ser parecida ao que fui....Nunca serei igual, porque simplesmente não dá para apagar cicatrizes,..memórias...mas queria mesmo tanto ter aquele olhar de sonhos... e boa disposição que me caracterizava....

Não que eu seja muito diferente agora, mas é só exterior...queria tanto também sentir dentro de mim, aquilo que digo com a boca... com o meu dia a dia... será que me percebem???

mas para isso, só eu me posso ajudar... eu é que tenho de começar a acreditar que é possível voltar a viver e a sentir... adoro os meus pais, a minha super mana, o meu marido os meus amigos...eu os amo incondicionalmente! e é por eles que todos os dias tento sentir-me melhor...tem dias que até consigo...outros que por mais esforço que faça... nada tem sentido...

Eu sei que tudo leva o seu tempo, mas queria ter um pouco mais de auto-estima...
Queria voltar a olhar para mim e sentir-me bem com o que vejo.... mas para isso também teria de por um pouco da minha parte, ter ânimo para me vestir...para fazer exercício...para me arranjar...

Tenho de pensar que o meu anjo David, certamente não gostaria de ver a mãe toda mal arranjada e triste...

Por ele, e por todos aqueles que me amam, vou começar a lutar por uma nova Célia, mãe de um Anjo, mas uma mulher com força para voltar a luta pela felicidade...

11 comentários:

C.F. disse...

E vais conseguir ;-)
As cicatrizes farão para sempre parte da ua vida que poderá ser colorida e feliz. Luta por ti e estarás a lutar também por ele.

Beijinhos e força.

Anónimo disse...

Célia, vais conseguir sim. a minha Verinha conseguiu, ela hoje parece outra pessoa, já tem auto-estima, perdeu 2, não importa a kuantidade, importa k perdeu filhos e tu perdeste o teu menino, mas isso depende muito de ti, não há dúvida, pk mesmo tomando anti-depressivos, como ela tomou, mas por pouco tempo, pk os medicamentos ajudam, mas não tiram os problemas, o k a ajudou muito foi a psicóloga, o marido , eu, e a minha Paulinha, a irmã k é uma super-irmã como a tua :), mas o resto foi ela k teve k fazer, entendes? Por isso também vais conseguir. Não falo com conhecimento de causa pessoal, mas pela minha filha, k assisti de perto a tudo o k ela sofreu, no entanto eskecer...... NUNCA .

Beijos e muita força para tudo.

Leonor

Xanica disse...

É isso mesmo grande amiga, nem que consigas sentir a 100% o que dizes, é muito bom começares a pensar assim.
Estou aqui para te dar um pouco da força que precisas.
Nunca desistas de ti, pela tua familia e pelo teu David.
Beijos muito grandes, gosto muito de ti.

Sem Desistir disse...

Minha querida,

Vais conseguir, é claro que vais! E o teu menino há-de orgulhar-se desse teu esforço:)

beijinhos

Anónimo disse...

Gostei do que li, e acredita que é isso mesmo,o teu menino nao quer mesmo ver te assim!!!!
Continua com essa força e consegues,estamos todas a torcer por ti!!!!
Um grande beijinho no coraçao!

Sandra Gonçalves.

Sissia disse...

Olá Célia. Vê este vídeo que vale mesmo a pena.
Um abraço

http://www.youtube.com/watch?v=Ow9EkpR8eFc

Sissia disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Maria Pereira disse...

Acho que fazes muito bem, ainda passou muito pouco tempo e vais ver que a dor não passa nunca mas vais aprender a viver com ela e o mundo vai voltar a fazer sentido para ti

Um beijinho grande

Narcisa disse...

Sinto muito... Luta como consegues, o dia em que te sentirás melhor chegará. Beijinhos.

mjm disse...

Minha Amiga Querida,

Muita Força, vais conseguir sentir-te de novo bonita, por isso TU ÉS, só precisas de voltar a ver-te assim e a sentir-te assim.

Estamos todas aqui ao teu lado para te ajudar a ser uma Mãe de Um Anjo, LINDA!

Do Céu o teu Amado Filho vai ficar muito Feliz, minha Querida.

Um Grande Beijinho Amiga!!!

Susana Pina disse...

Minha querida,
nós nunca iremos ser as mesmas, algo muito forte que nos aconteceu fez-nos pessoas diferentes, sem dúvida, mas aos poucos vamos aprendendo a viver com a dor da perda e vamos retomando a nossa auto-estima, mas tens que dar tempo ao tempo, porque cada pessoa tem o seu timing.
Um grande bj neste dia.
Susana