quarta-feira, 6 de outubro de 2010

E por milésimas de segundos...

...sentir a barriga mexer e pensar "é o David!"e Sentir uma felicidade fulminante... logo a seguir, no milésimo seguinte, cair na dura realidade......não, é só o meu intestino. Tudo em milésimos de segundos….

10 comentários:

Isa disse...

Nem sei que dizer... :(
Beijo enorme!!

Xanica disse...

Já me aconteceu e não passei pela tua dor!
Beijinho muito grande.

Kitty disse...

Tenho estado um pouco afastada...
Estou muito triste por ti...
... e sem palavras.
Beijos

Tulipa disse...

Célia,

Sei como é difícil.
Já passaram vários meses e mesmo nos dias que correm ainda me assaltam sensações e pensamentos parecidos.

A perda de um filho não se ultrapassa. Não se supera. Não se substitui. Aprende-se talvez a conviver de forma mais funcional com uma realidade que nunca se aceita, nem se compreende.
Mas essa é uma aprendizagem que demora... meses, anos... e que parece distante, muito distante...

Um beijo com carinho. Muita força.

Susana Pina disse...

Tantas vezes dei por mim a fazer festas na minha barriga à noite a dormitar e depois acordar e saber que não existe nada lá dentro.
É uma dor indiscritível.
Força amiguinha.
Um bj enorme para ti
Susana

activestresss disse...

Aconteceu-me isso vezes sem conta... é desesperante!!!!
beijinhos grandes

Anónimo disse...

Nem Imagino a tua dor!!! Se pudesse dava-te um abraço enorme com muitos beijinhos!
És uma grande Mulher!
Céliaj

mjm disse...

Minha Querida Amiga!

Já senti isso tantas vezes :(((
Outras coloco a mão na minha barriga Vazia como se estivesse acarinhando o que não existe...

Não existe Dor Igual amiga!

Coragem minha Querida!
Um Xi Apertadinho

Maria Pereira disse...

Só te posso deixar um beijinho muito grande

Inês disse...

Mta força!

Bj

Inês