terça-feira, 1 de novembro de 2011

15 meses

São estes messes todos meu filho, os que já se passaram desde aquele fatídico dia... quem me dera meu amor, não ter de te "vestir" de flores...quem me dera, não ter de te "ouvir" na suave brisa a soprar,... quem me dera, não ter de te de "cheirar" no perfume de uma rosa,... quem me dera, não ter de te "ver" só nos meus sonhos...quem me dera meu filho... não ser mãe de um anjo...

Amo-te David, e vou-te amar para todo o sempre!!!

5 comentários:

juliana disse...

Lindas palavras, tão duídas mas tão verdadeiras.Célia vc sabe que assim como vc tbm perdi meu João, pois agora perdi uma princesa com 19 semanas...Mais uma filha que assim como vc, tenho que encontrar nesses momentos...
Que possamos realmente sintí los mesmo a distância...
Um beijo grande pra ti e seus pequenos!!!!!!

Anónimo disse...

como eu te entendo sao exactamente esses os meus sentimentos. o que me doi ter perdido o meu francisco a dias que me apetece desesperar. muita força para ti tens um filho do coraçao se forte por ele

Maria Pereira disse...

Um beijinho mt grande no teu lindo coração

Deise disse...

Entendo perfeitamente sua dor, força!!!
Sinta-se abraçada!

MICHELLE disse...

Célia, me identifiquei muito com a sua historia de vida. Tenho 33 anos, engravidei aos 32 anos e perdi minha filha com 35 semanas de gestação. Isso aconteceu em 14 de janeiro de 2011. Vai fazer um ano que meu anjo virou estrela. Estou tentando de novo engravidar.

Achei nobre e lindo sua decisão de adotar.