quarta-feira, 1 de agosto de 2012

Dois anos…

Não sei muito bem como começar este post, nem sei se consigo, o quero, descrever tudo o que me vai na alma, 24 meses…24 meses, só???? Tanto????  Se por um lado sinto cada minuto, cada dia, como uma eternidade sem ti, por outro, a dor ainda é tão forte, que parece que tudo é tão recente… é muita dor, muita revolta pela sociedade onde vivemos, muitas saudades, muitos sentimentos de frustração e alguma culpa…mas acima de tudo, é dor…ainda ontem enquanto levava o B a creche, pensava em ti, em como não consigo lembrar-me da tua cara ao meu colo, de não me perdoar não te ter fotografado no meu regaço, porque sinto a tua falta, porque me dói a alma, porque queria poder ter-te mais perto de mim…e não naquelas fotos da morgue, que são as únicas que me permitem ver-te, lamentavelmente a minha memória pregou-me uma partida, e ainda hoje, não consigo lembrar-me de tudo o que fiz e vi enquanto te tive no meu colo.. mas lembro-me  de ver o teu pai contigo , na minha frente, a chorar…e eu só lhe pedia para te encher de beijos…”dá-lhe mais um beijinho” eram repetidas vezes as minhas palavras naqueles minutos… era muito importante para mim, que te sentisses amado, assim como foi importante não te enterrar sozinho…que confusão isso me fazia filho, fostes enterrado na campa dos meus avós, e levastes contigo o bonequinho que seria o teu conforto, dado pelos avós, que tanto te amam

Ainda hoje não sei porque a pessoas tendem a menosprezar a tua partida, a simplificar tudo com um “ já tens o B”… ou o célebre “foi melhor assim, do que se ele já tivesse mais tempo” Melhor??? Como???? Será que se o filho mais novo morrer, vai doer menos a uma mãe, só porque este não esteve tanto tempo com ela como o irmão mais velho????... ou a dor desta mãe será muito mais pequena porque já tem outro filho?????pois, posto assim, tenho certeza que todos dirão que não, que a dor é a mesma e que deve ser horrível…então, porque o David tem de doer menos??? Porque o B tem de me fazer esquecer e apagar a dor da morte do mano??? Não senhores, os meus filhos não se substituem um ao outro, e sempre me vai doer a morte do meu David, SEMPRE! Podem sim, dizer que é graças ao B, ao amor desmedido que tenho por este meu filho, que me levanto todos os dias, que me penteio e arranjo, que luto e trabalho, sim, é por ele que não me deixo ir ao fundo do poço, mas isso, não me faz esquecer, nada me faz esquecer, só me faz ter força para continuar a viver, ter uma razão para viver…

David, dizem que tudo tem uma razão de ser, eu ainda não consigo nem sequer  equacionar uma razão para a tua partida, a não ser que a vida é mesmo assim, muito injusta, uma verdadeira merda, em toda a extensão da sua palavra…hoje é um dia terrível, hoje é  um dia que tenho escrito a ferro quente na minha alma, hoje só me apetece morrer um bocadinho, para poder ir dar-te um beijo.. mas só tenho parte da alma morta, o resto segue igual…
Hoje  mais uma vez levo te uma prenda, um lindo ramo de flores com um balão escolhido pelo mano e um carrinho, porque a pesar de tudo, hoje é o teu aniversário!!!!!!

Foto retirada


Amo-te filho, amo-te desmedidamente, e espero poder amar-te assim eternamente!

12 comentários:

Anónimo disse...

Minha querida Célia!
Sou frequentadora assidua do teu blog, e acompanho a tua historia da busca por um filho desde o forum da APF, pois tb eu tive de lutar.
Hoje sabia q estaria por aqui algo mto especial e é com mtas lagrimas q li as tuas palavras tao sentidas. Nao há mesmo palavras q possam ajudar nestes momentos, por isso só quero deixar um grande beijinho e mta força.

Rita (anaatir) do forum APF.

activestresss disse...

Bem... o que dizer, né??
Gostava de te dizer palavras bonitas, reconfortantes e assim... mas sei que nada, mas nada te pode dar alento!
Uma coisa posso te dizer: O David mora no meu coração desde o dia em que me foi apresentado e todos os anos tem o seu lugar na minha Árvore de Natal, pertinho da minha Mónica e de todos os outros Anjos... e todos eles tem o seu nome escrito, para que todos que vejam aquela Árvore saibam os nomes daqueles meninos e meninas que partiram muito cedo!
Um beijinho enorme no teu coração despedaçado e outro muito grande daqui até ao Céu... quero acreditar que o teu David está feliz junto a outros meninos e meninas... quero acreditar que a minha Mónica está perto dele: felizes!

Nany disse...

Um beijo grande e um forte abraço num momento difífil para todos vocês.
O amor é algo inexplicável tal como a perda de um anjo. Não existem razões porque perder um filho é contra natura.
As tuas palavras fizeram-me chorar mas a foto dele fez-me acreditar que ele é emsmo isso, um Anjo.

Sorita disse...

Neste dia e depois de ler as tuas palavras, só te posso deixar um beijinho e espero que te ajude a reconfortar o teu coração despedaçado!

C.F. disse...

Minha querida Célia,
Conheço tão bem essa dor, essa saudade...
Quero deixar um beijinho especial para o teu anjinho do céu e um abraço muito forte para ti.
Força!

Sara disse...

Não sei nem sequer consigo imaginar a dor da perda que vocês sofreram...
e sei que em nada a atenua, mas neste dia difícil, deixo-te um abraço bem apertadinho!

Marta Casal disse...

Sinto-me tão angustiado por ti minha querida...claro que não esqueces!!! A perda do teu David há-de sempre doer-te:((( A Vida é o que é e nada podemos fazer...
Um beijinho no teu coração dorido!

teresa pinho disse...

Minha querida celia estou sem palavras è muito comovente eu sei que oAnjinho David nunca serà esqueçido eu sei que nunca vais conseguir ultrapassar esta grande perda mas mesmo assim desejo_te muita força muita coragem para continuares.um abraço e um beijo no teu coraçao.

Xanica disse...

Amiga linda, é com lágrimas que te escrevo umas palavras de conforto.
O teu filho será sempre isso mesmo o teu filho e o teu grande amor que nunca se apagará da tua memória e dos que te amam.
Sê forte!
Um beijinho muito grande no teu coração.

Vera jesus disse...

Celita,
Claro que ñ deves esqueçer o teu David, ele faz parte de ti para todo o sempre, é uma dor que ñ tem fim....
Um beijinho mt grande no teu coração..e outro daqui até ao céu.
Força!!

Célia disse...

Obrigada a todas, pelas palavras, pela paciência, pelo carinho, por tudo!!! Tudo seria muito mais difícil sem este cantinho para desabafar, e sem vocês para me consolar!

Mesmo, do fundo do meu coração um MUITO OBRIGADA!

Célia

Xana disse...

Célia,
apesar de terem partido demasiado cedo nunca os esquecemos. São nossos filhos, mesmo que só tenham vivido connosco dentro da barriga!
Depois de perder a Leonor, já tive a Maria e a Inês, e não foi por isso que a esqueci ou que dói menos tê-la perdido! Considero-a tão minha folha como as 2 manas que já tem.
Faz o teu luto pelo tempo que for preciso, vive o teu David da melhor forma que conseguires e não deixes que as pessoas à tua volta te obriguem a esquecê-lo.
Nós que (infelizmente) somos mamãs de anjos nunca os esquecemos!
Um enorme beijinho para ti, para o teu David e para a minha Leonor. Acredito mesmo que os nossos anjinhos estão lá em cima algures a olhar e a velar por nós.