domingo, 1 de julho de 2012

23 meses filhote...

a sentir-te e a viver-te de formas nunca pensadas, nunca desejadas...
Filho, amar-te-ei para todo o sempre...


Mamá.