segunda-feira, 29 de agosto de 2011

amigdalitis...

Desde sábado que o papá de casa estava com alguma temperatura e mal estar geral...deixou passar o dia e com antipirético a febre se ia controlando...mas ontem acordou bastante mal, com dor de todo o corpo e com as amígdalas um bocadito inflamadas...como bom homem foi a farmácia e trouxe um cêgripe...mas nada...a febre só era controlada durante 2 horas, logo depois subia a pique...após muito incistir lá fomos as urgências do hospital aqui da terra....o mesmo onde o meu David nasceu...e ao qual nunca mais fui ,até ontem....a mesma urgência onde a 1 ano atrás entrava eu cheia de medos, mas com muita fé, e.... digamos, alguma certeza que daí a pouco teria o meu filho nos braços...
Lá entrou o meu marido, e fiquei eu a empurrar o B no carrinho, e a sofrer em silencio... porque por mais que tentasse a imagem daquele dia teimava em não me abandonar... a triagem...onde pela 1º vez disse que não estava a sentir o meu filho...a espera... juro, só não desatei a chorar por causa do meu filhote...mas mais uma vez senti raiva...sim ,tenho de admiti-lo ,senti raiva...a ferida ainda aqui está, e eu vivo, eu sou feliz, mas a marca,... a ferida,... a dor, essas....essas fazem e farão sempre parte do meu dia a dia...

Quanto ao marido lá veio ele com indicação de penicilina, 3 injectáveis, e como devem saber...homem doente é pior do que criança!!!!

Boa semana

5 comentários:

Dinha disse...

Um dia desses sem querer procurando um endereço, passei em frente ao hospital onde perdi o meu bebezinho, nossa lembrei até no cheiro que senti...
As lágrimas teimavam em sair de meus olhos, mas até fui forte.
Só não consegui entrar, porque já nasceu alguns bebezinhos de conhecidos meus, mas não fui visitar no hospital, não sei qual seria a minha reação...
Achei melhor não ir...
Me supreendo como os sentimentos e ações são identicas de mães que perderam su bebezinho..
Beijocas melhorar para seu marido e pra vcs!!

Maria Pereira disse...

As melhoras do papá da casa. E sem duvida que o tempo ajuda a atenuar a dor mas ela nunca passa, aprendemos é a viver com ela.

E adorei a barrinha nova no teu blog

Mil beijos felizes

Isa disse...

As melhoras para o papá!
Essa foi uma das razões que me levaram a optar por ter a minha bebé noutro hospital... Entrar no mesmo reavivava muitas memórias que não queria vivenciar naquele dia. É algo que nos irá acompanhar para sempre!
Bjs

Ruby disse...

as melhoras do papa e paciencia para ti para cuidares desse bebezao grande, sim...porque eles sao piores que uns bebes.

A dor que sentes vai continuar sempre contigo, aos poucos vais é conseguindo digerir as coisas de outra forma.


beijinhos e gostei de saber noticias vossas, vou voltar

Ana Dias disse...

Célia,
As melhoras do teu marido!
O tempo torna a dor mais ténue, mas desaparecer... isso nunca...

Beijinhos para vós