terça-feira, 25 de janeiro de 2011

Dias mais dificeis

Estes últimos dias tem sido algo complicados, sinto-me cansada, sinto-me sem força, sinto-me triste, sem norte... sem sul.... Contrariar o que o corpo quer é muito difícil, o corpo pede cama...e eu saio.... o corpo pede gritos de dor, e eu sorrio..... o corpo pede silencio e eu converso....tudo em nome de não ficar mais louca, tudo em nome de não me render a uma depressão, porque tenho de ser forte, porque tenho de lutar, porque não posso permitir que outros sofram ainda mais por mim........tudo em nome de viver.....mas será que vivo???? acho que me limito a ver viver...que me limito a dizer que tudo está bem, que estou a conseguir, quando na realidade, sinto me cada vez mais perdida... com mais medo do futuro, com mais medo de nunca vir a ser mãe de uma criança viva....

Além de toda a dor que continuo a sentir, tenho um medo terrível do futuro.... sei que tenho muitas coisas boas na minha vida, tenho um marido maravilhoso, tenho uns pais e irmã que são tudo e mais alguma coisa para mim, tenho amigos que nunca me abandonam, apesar de eu estar longe em pensamentos....mas assim e tudo, a dor que sinto não me deixa apreciar tudo o que a vida de bom me oferece...porque a dor nos tolda os pensamentos e nos condiciona a vida.... mas eu vou conseguir... eu vou voltar a acreditar, eu vou voltar a sonhar, eu vou voltar a gostar de viver... porque tu mereces meu amor, tu mereces uma mãe que tenha vida para perpetuar a tua memória e amar te até ao fim dos seus dias... Amo-te David, amo-te daqui até ao ceu...e cada vez sinto mais a tua falta...ensina-me a viver contigo tão longe de mim, por favor......

9 comentários:

Pat Gamito disse...

Não sei o que te dizer...acredita que vais conseguir ultrapassar, o teu bébé vai ajudar-te a continuar...e luta amiga porque vais conseguir e estamos sempre aqui para ti para te apoia e ouvir...
BJS GRANDES
FORÇA
PAT

Juliana disse...

Querida Célia, é mesmo uma longa, eterna e dolorosa caminhada.Quando a dor for demais, se permita cair, chore, lave a alma.Quando se sentir melhor levante, usufrua,enxergue tudo que tem de bom.
Enfim um dia ou um minuto de cada vez.Estou sempre aqui pra te ouvir.
Bjo grande

Mami ( Sónia ) disse...

Não consigo imaginar a dor que sentes, mas tens de acreditar que dias melhores vão chegar.
Vai à luta que a tua estrela vai voltar para ti.
Coragem minha querida.
Beijos

http://embuscadeumpositivo.blogspot.com/ disse...

Minha querida,
eu sou sempre aquela tua leitora assidua mas que nunca te consegue dizer nada ...

Não imagino o quanto sofres.

és uma lutadora.

Anónimo disse...

Olá Célia!

Sou leitora ssidua do teu blog e so te conheço daqui e da APF.
Não imagino a tua dor mas tens de ser forte... quando te apetecer chorar.. chora pois alivia a alma....não passa mas ajuda!
Pensa que hoje doi mas ontem doeu mais e amanha dei menos!
Um beijinho muito grande!
Ass.
Céliaj.

NatáliaC disse...

é com lagrimas nos olhos que leio o que dizes, não imagino o tamanho da tua dor, mas sei q és uma grande mulher e que vais dar a volta por cima.... peço a deus para te dar força e fazer acreditar, um grande bjs

Xanica disse...

Amiga linda, custa-me tanto pensar que alguém como tu passa por este sofrimento enorme. Não te consigo ajudar nem diminuir a dor, infelizmente...
Quero que saibas que estou aqui para te apoiar e te dar os miminhos que mereces.
Desabafa que te faz bem, chora mas também ri e sê feliz com a familia linda que tens e com o teu David a ver-te.
Peço a Deus que te mostre a luz e te dê o que tu mereces e tanto desejas.
Adoro-te amiga, sabes disso.
Beijinho muito grande.

Anónimo disse...

Célia um Grande beijinho de mta força!!!!
Um abraço apertadinho.

Sandra Gonçalves.

Sara disse...

Força, querida!!! Depois da tempestade, vem a bonança!
A tua está quase a chegar :)
Mereces, minha querida!
Não te esqueças que pensamentos positivos, atraem coisas boas!!!
Um abraço apertadinho...