terça-feira, 22 de julho de 2008


Hoje li no blog de uma querida amiga minha, que ela "não se ria", não sabia porque, mas simplesmente mantinha cara sisuda e não se "ria"....isso fez-me pensar ...pensamentos sem pés nem cabeça mas que me fizeram ver algumas coisas que mudaram em mim....Para quem não sabe, aos 2 anos emigrei com os meus pais para Venezuela, e só regressei a Portugal quando tinha 21.
Os países latinos, tem uma maneira diferente de ver a vida, são mais alegres, mais descontraídos, e com pouca tendência para se preocuparem, gostam simplesmente de viver o Dia a Dia, cresci numa cultura onde Dizer "Gosto de Ti" é algo natural, eles expressam os seus sentimentos sem qualquer pudor( deve ser por isso que há tantas crianças hihihihi) e gostam muito de demonstrações de carinho... E eu sou um pouco assim, ADORO expressar sentimentos, dizer o que sinto e quanto gosto de alguém, gosto de Dizer Obrigada, de Dizer que "linda estas hoje", de dar elogios.... Simplesmente gosto de ver e dizer o lado bom dos sentimentos...o meu Marido levou algum tempo a habituar-se a esta minha "euforia"....mas a verdade é que esta atitude tem vindo a modificar, não no "euforia", porque ela é sempre a mesma, mas tenho vindo a pensar mais a quem a demonstro, do que anteriormente...antigamente podia ser a qualquer pessoa, desde que a conhecesse, mas na actualidade não é bem assim, e isto porque? porque há quem não goste de demonstrações de carinho...simplesmente ficam "chocados" com um toque de amizade....e eu tenho de respeitar isso, custou-me um pouco, ao principio até me achavam "canalha" só pelo facto de todos os dias dizer "amo-te" a minha mãe....o por abraçar uma tia, o a minha avó...Por ser pura e simplesmente “eufórica” nos sentimentos.…Mas os anos ensinaram-me que muitas pessoas simplesmente não querem demonstrações de carinho, porque a vida foi muito dura com elas, e elas "criaram" uma carapaça de protecção...

A minha vida até agora, foi maravilhosa, não tenho nada a apontar-lhe, mas deu-me um osso duro de roer...a infertilidade....eu até hoje com 2 anos de luta, tenho mantido a minha alegria de viver, tento não fazer disto uma obsessão....mas será que dentro de alguns anos será assim?? tenho no mínimo 5 anos a minha frente para a adopção ser uma realidade....e Filhos biológicos não sei se farão parte da minha família…. Será que aguentarei esse tempo todo com esta disposição?? O também criarei a minha carapaça guardando tudo para mim…

Tenho muito tempo para descobrir.....

Por enquanto fiquem de olho, não vá eu um dia começar a repartir beijos e abraços a quem perto de mim estiver!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

1 comentário:

C.F. disse...

Por baixo da maior parte das carapaças está quase sempre um ser humano cheio de amor para dar... Desejo que continues a gostar de gostar e a gostar de demonstrá-lo pela vida fora. Quanto a mim... quero andar por perto no dia em que começares a distribuir beijinhos e abraços à tua volta :) Beijinhos.